soundclound instagran facebook twitter contato banda inicio youtube

Um projeto que ficou escrito em um caderno por mais de 5 anos e agora toma forma, partindo de um alicerce muito firme. Uma família, pode-se assim dizer sobre esses 5 amigos (apenas de frente pois tem muita gente ainda pra fazer barulho com a gente). Que pelo amor a música se reúnem sempre que possível para brincar de fazer rock n´roll.

Iniciado o projeto no ano de 2007, os amigos Violla (G) e Duzinho (v), seguiram lutando pela formação ideal da banda passando por inúmeras dificuldades para fixar membros que não dispunham de tanto interesse. Com todos os problemas, foi dado uma pausa em tudo isso com uma discussão (sadia) entre os dois fundadores. A amizade não foi prejudicada por esse motivo, onde Duzinho pôs fim a banda onde sempre fez disso um ideal a se cumprir. Mas algo naquela amizade ainda faltava aos finais de semana, onde ainda mais aumentaria a dor de não ter levado a frente o projeto a cada vez que se pegava um violão e tocasse ao menos 5 ou 6 riffs das composições da banda. Um sentimento de "poxa, poderia ter dado certo" sempre apunhalavam os dois integrantes. Passados todos esses anos, com a evolução mais do que escancarada em Chapolim como guitarrista, em uma conversa teve-se o acerto de retomar todas as ideias para se formar novamente a banda e seguir em frente o sonho de se fazer ainda mais valer a pena ter o convívio um pelo outro. Com a chegada de Chapolim ao projeto, MK teve ainda mais sentido em levar seu nascimento a sério. Pois ainda mais sendo outra pessoa de grande caráter e musico de extrema competência, viu-se ali um trio de amigos e confidentes ao entorno disso tudo. Somado as influências do novo integrante, as energias foram renovadas com espirito ainda maior de luta, por se fazer música independente em uma cidade com pouquíssima visibilidade. Mas com o mundo da internet em nossas mãos, nada seria impossível.

Com três guitarristas a frente do projeto, tendo Violla ainda um baixista magnifico, o MK foi cirúrgico na escolha dessa peça mais que fundamental em qualquer banda. Foi que nos ensaios da banda STRIKINILA (parte da vida de Chapolim e Violla), Duzinho viu as inúmeras possibilidades de ter Zerba nesse projeto. Com uma musicalidade na pele e virtuosismo como sobrenome, não foi nada difícil recrutar esse grande nome as 4 e 5 cordas do MK, onde até o caminho seguia tudo estava indo muito bemMas em dois anos e em meio a gravação da DEMO, Zerba decide sair, e em pouco tempo assume os graves do Melanie Klain, Vick Escudero, dando uma cara nova pra Banda'. 

Para segurar a bateria de um projeto tão ambicioso, não poderia faltar alguém que cumprisse com todos os requisitos. Pedro Bertti caiu como uma luva no meio desse turbilhão de ideias, onde deu-se nome, sobrenome e acima de tudo uma identidade a essa banda.

Hoje, contando com os amigos mais próximos a nosso convívio, estamos a cada dia nos empenhando em um só proposito nesse caminho. Diversão... Não valeria alguns trocados por onde andaremos, se não houvesse o amor pela música o afeto entre os integrantes e a descontração no momento em que pegamos nossos instrumentos.

O Melanie KLAIN segue assim, em seu tempo, em suas condições. Lutando ainda mais por fazer um som fora dos padrões do rock nacional. Com letras próprias de muito poder crítico ao sistema de vida sociedade atual, afinação baixa e riffs rápidos. Criamos nosso estilo, nossa meta, nossa cara em meio esse cenário independente.
Afinal de contas, sendo 5 pessoas diferentes, porque fazer um som igual ao de muitos?


Quer saber o significado do nome da banda? clique aqui

Conheça os Integrantes


youtube.com facebook.com soundclound.com twitter.com inicio banda contato facebook bruno zerbini pedro bertti